quinta-feira, 28 de julho de 2011

Acidente na BR-010 mata 4 pessoas

A volta para Belém de cinco membros de uma família que vinham do município de Paragominas, na região nordeste do Estado, acabou de forma trágica, depois que o Pálio Weekend de cor prata bateu de frente com um caminhão limpa fossa que trafegava, no sentido São Miguel do Guamá/Irituia, pela rodovia Belém/Brasília.

O acidente aconteceu próximo à cidade de São Miguel do Guamá, no Km 1807 da rodovia que liga a capital Brasília ao município de Santa Maria do Pará. Os relógios marcavam 16h10 quando a tragédia se abateu sobre a família do comandante do 19º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Rubens Lúcio da Silva, que no momento do acidente acompanhava um assalto com reféns na cidade de Paragominas, de onde as vítimas saíram.

No carro estavam a esposa do coronel, uma idosa e três filhas do policial. A colisão foi tão violenta que o veículo que as vítimas ocupavam ficou totalmente destruído em meio a muito sangue e corpos dilacerados pelo impacto entre os carros.

Policiais militares da cidade de São Miguel do Guamá foram os primeiros a chegar ao local do acidente e prestar socorro a uma das vítimas, de apenas 12 anos, que foi encaminhada em estado grave primeiro para o Hospital Municipal de São Miguel do Guamá e depois transferida para o Hospital Metropolitano em Belém.

Motoristas e passageiros de ônibus que passaram pelo local no momento do acidente disseram que a cena, vista de dentro dos ônibus, era macabra com os corpos das vítimas misturados às ferragens. “Essas pessoas devem ter morrido na hora, bastava ver o carro como ficou”, disse uma passageira de um ônibus que desembarcou no início da noite no Terminal Rodoviário em Belém.

O motorista do caminhão, cuja identidade não foi fornecida, foi encaminhado em estado grave em uma ambulância do Samu para o Hospital Municipal em São Miguel do Guamá. Entre os mortos, segundo testemunhas, estavam duas crianças e duas pessoas sendo uma idosa.
DECEPADA

O impacto da colisão foi tão forte que a pessoa que dirigia o Pálio Weekend teve a cabeça decapitada, ficando os corpos presos nas ferragens em face do violento acidente que manchou de sangue o asfalto da rodovia Belém/Brasília.

As vítimas fatais no violento acidente foram: Rubenita Silva da Silva, Rosineide Lima e Silva e duas crianças de 10 e 7 anos.

O acidente deixou um congestionamento de 10 km nos dois sentidos da rodovia Belém/Brasília e a Polícia Rodoviária Federal isolou a área até a chegada da perícia do Instituto de Criminalística de Castanhal para fazer a remoção dos corpos, operação esta que entrou pela noite desta quarta-feira (27).

O DIÁRIO conversou com o capitão João Luís, subcomandante do 19º Batalhão da PM, em Paragominas, que esteve acompanhando o comandante tenente-coronel Rubens Lúcio Silva, que estava muito abalado com a tragédia. (Diário do Pará)

0 comentários:


Fornecido Por Cotação do Euro